Atriz com deficiência auditiva incentiva debate após redação do Enem

  • quinta-feira, novembro 09, 2017
  • By Blog OkLadies
  • 0 Comments




Entidades de todo o país, que apoiam deficientes auditivos, comemoraram a escolha da surdez como tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano. Na prova deste último domingo (5), os candidatos de todo o país tiveram de dissertar sobre “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil”. A expectativa é que as barreiras enfrentadas por deficientes auditivos no país entrem no debate nacional - e elas não são poucas, a começar pela "invisibilidade" do problema.
A atriz Maria Otávia Cordazzo, que vive a personagem Lulu na novela ‘Tempo de Amar’, da rede Globo, revela que entende o despreparo da população em geral para escrever sobre o tema. "A surdez é uma é uma deficiência escondida, muitas pessoas não compreendem o que se passa na vida de um deficiente auditivo pois o problema não é debatido na sociedade. É preciso ensinar as pessoas", diz.
Fazer o próprio Enem talvez nem seja o principal problema para os deficientes auditivos. As dificuldades no ensino fazem o surdo ter menos conteúdo que os demais. "Infelizmente o surdo não tem tido muita oportunidade de chegar ao ensino superior. Ele tem muita dificuldade de concluir os estudos”, revela Maria Otávia.
O estudante Bernardo Lucas Piñon de Manfredi, de 20 anos, tem surdez severa bilateral (nos dois ouvidos) e foi um dos 77 alunos que tiraram nota mil na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016. Ele foi aprovado em 2º lugar na PUC-Rio, no curso de filosofia, e em 1º lugar em história na UFRJ. Mas, em nenhuma delas, teve os recursos necessários para acompanhar as aulas. Precisou interromper os cursos e prestar novamente o Enem neste ano. O caso de Bernardo é uma prova que a acessibilidade aos surdos precisa ser revista no país.
Maria Otávia concluiu o curso superior em Gastronomia na Universidade do Vale do Itajaí, em Balneário Camboriú – SC. Por conta de fortes antibióticos que tomou ao nascer prematura, a atriz passou por um exame de audiometria que apontou perda severa bilateral, sendo 85 decibéis no ouvido esquerdo e 65 decibéis no ouvido direito. “Ouvir através de aparelhos é diferente de ser um ouvinte natural, a voz é mecanizada”, comenta. Oralizada, a atriz revela que sempre encontrou bons profissionais na educação e atualmente comemora seu contrato com a Rede Globo.

Surdez nas artes
Nesta semana, a estrela mirim da série "Stranger things", da Netflix, a atriz Millie Bobby Brown contou que nasceu com problema de audição e atualmente a faz ser parcialmente surda.
Outro famoso que é surdo unilateral é o ator americano Rob Lowe. A vencedora do Oscar Halle Berry perdeu 80% da audição, do ouvido esquerdo, após ser vítima de violência doméstica. O famoso cantor Bono Vox também não tem 100% da audição. Mas o músico surdo mais conhecido de todos os tempos é Ludwig van Beethoven.




 Fotos: Divulgação/Ricardo Zanon

Também recomendamos

0 comentários